Uso do Ground Penetranting Radar para Inspeção de Via Permanente Ferroviária

Nas ferrovias, em operação há várias décadas, a ocorrência, isolada ou concomitante, de eventos como o desgaste e a quebra do lastro, as migrações ascendentes das partículas finas do solo da fundação e descendente do material proveniente dos vagões os quais podem resultar na colmatação, afetando seu desempenho estrutural e levando a falhas na via permanente. O conhecimento da estrutura da via permanente, e a avaliação periódica de sua condição, do tipo e nível de contaminação do lastro são essenciais tanto na tomada de decisões de planejamento, em nível gerencial, como para o desenvolvimento das soluções de restauração permitindo, assim, priorizar os trechos críticos e atuar de maneira preditiva. Na maioria dos casos, tais informações não estão disponíveis para toda a extensão do trecho de via permanente que se pretende avaliar. O ground penetrating radar (GPR) é um método de investigação não destrutiva (IND), cujas primeiras aplicações em infraestrutura de transportes datam da década de 1970. O objetivo deste estudo é apresentar os fundamentos do método GPR como ferramenta para investigação e monitoramento do lastro ferroviário e camadas subjacentes, desde a prospecção dos equipamentos adequados até o processamento dos dados obtidos em campo. Ainda que o método tenha suas limitações e os dados adquiridos em campo requeiram processamento antes de serem avaliados, o interesse pelo GPR tem crescido pois mundialmente tem sido utilizado com sucesso por órgãos governamentais, concessionárias e empresas de consultoria para investigação das características e condições da via permanente. Seguindo essa tendência, foi realizado na EFVM, ferrovia controlada pela VALE, um projeto piloto onde foram inspecionados 300 quilômetros de ferrovia utilizando o GPR tendo tido um resultado satisfatório.

Palestrante

Paulo Gomes de Oliveira

Engenheiro Ferroviário

Paulo Gomes de Oliveira - Engenheiro Ferroviário na empresa VALE
Sou Engenheiro Civil formado pela ESCOLA DE ENGENHARIA KENNEDY, em Belo Horizonte – MG com Pós graduação em Engenharia Ferroviária pela FACULDADE MULTIVIX  na Serra - ES.
Trabalho no mercado ferroviário desde 1995, atuando sempre com manutenção da via permanente. Atualmente trabalho no setor de Engenharia Ferroviária da Via Permanente, cuidando da manutenção e desenvolvimento do lastro ferroviário.

Patrocínio Diamante
Patrocínio Ouro
Patrocínio Prata
Patrocínio Individual
Parceiros
Apoio Institucional
Empresas Parceiras
Apoio de Mídia
Realização Logo AEAMESP
Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Metrô

Rua do Paraíso, 67 - 2 andar - São Paulo - SP - CEP 04103-000

(11) 3287-4565 - (11) 3284-0041 - www.aeamesp.org.br

eventos@aeamesp.org.br

Comercialização Logo Via Brasil Comunicação
Via Brasil Comunicação
Sobre os cookies em nosso site

Nós usamos cookies para compreender o que o visitante do evento precisa e melhorar sua experiência como usuário. Ao clicar em “Aceitar” você estará de acordo com o uso desses cookies. Saiba mais!