Uma Visão de Futuro do Sistema Metroferroviário após o Covid 19

Este artigo apresenta uma visão de futuro baseada na pandemia do COVID 19, momento que trouxe uma nova ordem socioeconômica e que os transportes de uma maneira geral foram um dos mais atingidos em todo mundo. Mesmo sem estudos científicos, autoridades determinaram que o sistema metroferroviário não ultrapassassem a lotação de 50%, comparando-os aos ônibus, que normalmente, dentro de um índice de confortabilidade técnica,  cerca da metade viaja sentada. Os trens e metrôs são configurados e operados para transportar até 20% sentados.

O sistema metroviário é vital para a sobrevivência de muitas cidades e quase a totalidade da força de trabalho não pode fazer o famoso home-office . Como pedir para que o pessoal da limpeza, dos guichês, operadores, manutenção, maquinistas, seguranças, etc trabalhem em casa? 

Outras pandemias, crises e desastres naturais virão. Podemos ainda sofrer ondas subsequentes do prórprio COVID19. Chegou a hora dos transportes serem vistos muito além de uma atividade econômica, mas sim como uma ciência socioeconômica. As pandemias passam e o que se aprende com essas experiências de dor e perdas?

No mundo, muitos países tiveram que enfrentar o isolamento de cidades, com restrições de transporte e de circulação, afetando bilhões de pessoas; houve a imposição para o fechamento temporário de fábricas, empresas e escolas; quase todos os locais públicos vivenciaram restrições drásticas para deter a propagação do COVID19; várias cidades, incluindo algumas entre as mais populosas, impuseram quarentenas; alguns hospitais passaram a ser dedicados exclusivamente ao tratamento de pacientes com Coronavírus; e a economia entrou em uma turbulência descontrolada.

Os transportes foram prejudicados profundamente, levando a redução de utilização de grande parte de frotas de qualquer meio. Todavia,  a movimentação de carga e de alguns tipos de passageiros não podem simplesmente parar.

O sistema metroferroviário é fundamental para esse progresso e mudança de situação que vivenciamos em passado recente.

Palestrante

Marcelo Augusto de Felippes

PRESIDENTE & CEO

DR. MARCELO AUGUSTO DE FELIPPES;
PRESIDENTE & CEO DA EMPRESA LIA;
EMPRESÁRIO DO RAMO DA LOGÍSTICA POR 42 ANOS;
PROFESSOR, PESQUISADOR E ESCRITOR;
SENIOR FELLOW NO GFCC EUA;
DIRETOR CÂMARA INTERAMERICANA DE TRANSPORTES.

Patrocínio Diamante
Patrocínio Ouro
Patrocínio Prata
Patrocínio Individual
Parceiros
Apoio Institucional
Empresas Parceiras
Apoio de Mídia
Realização Logo AEAMESP
Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Metrô

Rua do Paraíso, 67 - 2 andar - São Paulo - SP - CEP 04103-000

(11) 3287-4565 - (11) 3284-0041 - www.aeamesp.org.br

eventos@aeamesp.org.br

Comercialização Logo Via Brasil Comunicação
Via Brasil Comunicação
Sobre os cookies em nosso site

Nós usamos cookies para compreender o que o visitante do evento precisa e melhorar sua experiência como usuário. Ao clicar em “Aceitar” você estará de acordo com o uso desses cookies. Saiba mais!