Prospecção de Reconhecimento Facial para Redução de Fraudes na Validação de Bilhetes Especiais

Atualmente, com o advento de recursos computacionais cada vez mais potentes e sua utilização mais robusta em diversos setores, uma das áreas que vem se beneficiando é o seguimento de segurança, como a utilização de visão computacional para detecção de fraudes e crimes, com sistemas de supervisão e segurança assistida através de algoritmos cada vez mais bem elaborados, atrelados a sistemas visuais com resolução e conectividade, e com processamentos mais rápidos. Nesse sentido, tais avanços implicam na utilização de sistemas de reconhecimento facial para detecção, rastreamento e validação da identidade das pessoas, tanto para proteção delas, garantindo um uso fiel e seguro de suas informações, prevalecendo sua privacidade, como também na proteção do sistema, no caso de algoritmos anticrimes e antifurtos.
Com os sistemas atuais, as imagens capturadas através de câmeras de segurança são processadas e comparadas ao registro de referência da ID (Identidade) do usuário, gerando um nível de probabilidade e que ao serem inseridas no algoritmo de decisão realizam uma ação de acordo com o sistema de vigilância executado, proporcionando um leque de opções de segurança pública e privada.
Essa tecnologia vem sendo utilizada em lugares com grande fluxo de pessoas, como aeroportos, terminais rodoviários, entre outros, atrelado ao cruzamento do banco de dados, alguns meliantes antes foragidos, podem ser apreendidos por meio do reconhecimento facial.
Em São Paulo esse tipo de tecnologia vem sendo utilizada nos ônibus, o passageiro que utiliza o bilhete especial tem sua face escaneada e armazenada, quando há a comunicação do validador com o servidor a imagem da câmera é confrontada com a imagem gravada no banco de dados da emissora do cartão, caso haja divergência essa análise segue para um humano comparar, e determina a fraude ou não.
Nos sistemas de transporte sobre trilhos de São Paulo, incluindo-se a CPTM, a verificação de autenticidade se faz de forma manual, por meio de atividade conjunta entre Agentes Operacionais, em inspecionar se a pessoa que está fazendo uso do bilhete especial corretamente, e dos Agentes de Segurança e Vigilantes, para auxiliar e manter a ordem na estação quando é identificado o uso indevido do bilhete, além da realização de operações especiais com a finalidade específica de combate a esse tipo de fraude. Isso, por consequência, requer mobilização de pessoal para intervir junto aos infratores, as vezes gerando desconforto entre passageiros e colaboradores em situações de confronto no momento da apreensão do bilhete.
Com isso, a utilização de um sistema que realize a detecção automática da fraude minimizaria gastos com a atividade citada, além de monitorar de uma forma totalmente não invasiva a empresa durante toda a operação comercial.
O presente trabalho investiga as tecnologias aplicáveis, seus benefícios e desafios a serem superados para a implantação dessa tecnologia em um sistema sobre trilhos, prospectando as soluções disponíveis em mercado, os aspectos técnicos relevantes para a instalação em um sistema de alta demanda, com grande fluxo de passageiros em horários de pico, e os requisitos a serem atendidos para sua efetiva implantação, incluindo-se a gestão do cadastro dos passageiros e da forma com que os dados serão armazenados, tratados e transmitidos, visando atender o pleno atendimento à Lei Geral de Proteção de Dados (Lei 13.709/2018).

Palestrante

Cristiane de Ferreira Oliveira

Oficial de Manutenção Elétrica

CRISTIANE FERREIRA OLIVEIRA 
Formada em Engenharia Elétrica pela Universidade Cruzeiro do Sul e estudante de pós-graduação na área de Gestão Pública. Oficial de Manutenção Elétrica na CPTM, atualmente trabalhando com o acompanhamento de indicadores de manutenção, inovação na empresa pública, desenvolvimento de solução e prospecções tecnológicas. 

Patrocínio Diamante
Patrocínio Ouro
Patrocínio Prata
Patrocínio Individual
Parceiros
Apoio Institucional
Empresas Parceiras
Apoio de Mídia
Realização Logo AEAMESP
Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Metrô

Rua do Paraíso, 67 - 2 andar - São Paulo - SP - CEP 04103-000

(11) 3287-4565 - (11) 3284-0041 - www.aeamesp.org.br

eventos@aeamesp.org.br

Comercialização Logo Via Brasil Comunicação
Via Brasil Comunicação
Sobre os cookies em nosso site

Nós usamos cookies para compreender o que o visitante do evento precisa e melhorar sua experiência como usuário. Ao clicar em “Aceitar” você estará de acordo com o uso desses cookies. Saiba mais!