Gestão de Recursos para Atendimento de Ocorrências Ferroviárias

O acidente ferroviário provoca a paralisação do tráfego e pode ocasionar danos pessoais, sociais, materiais e ambientais. Dessa maneira, em uma ocorrência ferroviária cabe ao Dono do Acidente (DA) definir qual a estratégia de atendimento e quais os recursos necessários para os serviços de mitigação dos impactos e liberação da circulação. Todo o processo exige comunicação assertiva, visão estratégica e sinergia entre as áreas a fim de liberar a via. Em 2019, por exemplo, a VLI registrou 139 ocorrências com um total de tempo de interrupção de 934 horas (SAAF ANTT, 2020).
Neste contexto, com intuito de diminuir o tempo de interrupção e consequentemente o tempo de atendimento das ocorrências ferroviárias, buscando sempre a mitigação dos impactos negativos, a VLI buscou estruturar o processo de Gestão dos Recursos para proporcionar maior controle das informações e tomadas de decisões.
Para obtenção de resultados e otimização do processo, foi realizado um diagnóstico com as informações de origem, destino, tempo e potenciais fornecedores. De posse desses dados, fez-se o reconhecimento de quais recursos são mais solicitados e quais desses são existentes na empresa, foi elaborado um plano estratégico de melhoria (entre eles a contratação de um analista de recursos), as ações foram implementadas estando vigente até o momento deste artigo.
Um dos resultados obtidos foi o desenvolvimento e uso de sistemas tais como o SISMOR (Sistema de Cadastro e Monitoramento dos Recursos Próprios), em que consta a geolocalização dos equipamentos e na ocorrência de acidentes, podem ser direcionados ao local. Caso o recurso do SISMOR não atenda por algum motivo, realiza-se a contratação emergencial de fornecedores pré-mapeados nas localidades mais próximas do evento.
Outro sistema implantado foi o SAE (Sistema de Acionamento a Emergência), que contém as informações dos empregados que são acionados pelo CCE (Centro de Controle de Emergência) para o atendimento das ocorrências ferroviárias, conforme sua gravidade. Além dos acidentes operacionais, o CCE também realiza o acionamento e direcionamento em caso de emergências pessoais, um exemplo é o acionamento do dispositivo de monitoramento pessoal (SPOT). Através desse dispositivo os empregados são monitorados 24 horas/dia via sinal satelital e podem solicitar AJUDA ou SOS.
Em resumo as ações citadas acima, dentre os resultados obtidos, têm-se a implantação de uma rotina de atualização dos recursos na plataforma WEB, desenvolvimento de uma carteira de potenciais fornecedores em 8 (oito) estados brasileiros, o monitoramento de pessoas e o status de chegada do recurso até o local da ocorrência com reports para o Dono do Acidente e respectivas lideranças. Além desses resultados, em 2019, a VLI incluiu no quadro de funcionários a função de Analista de Recursos, um profissional que exerce a função consultiva, orientando as áreas quanto as decisões estratégicas para acionamentos e posicionamento dos equipamentos. Esse também elabora estudos técnicos para otimização dos recursos, desenvolve e pré cadastra potenciais fornecedores, além de atuar efetiva em ocorrências de grande complexidade.
Esse conjunto de reformulações trouxe maior transparência e agilidade no tratamento de ocorrências, otimizando a utilização de ativos da companhia e de recursos humanos e tecnológicos que antes não tinham visibilidade estratégica e controle.

Palestrante

Carliane Cunha Moura

Analista Operacional

Cursa Pós-Graduação lato sensu em Gestão de Riscos de Desastres e Continuidade de Negócios pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC MINAS, 2021) e Graduada em Administração pela Faculdade Atenas Maranhense (FAMA, 2011). Atua como Analista Operacional na empresa Valor da Logística Integrada (VLI, 2019), realizando a gestão dos recursos para atendimento de emergências ferroviárias. Desenvolveu experiência de 08 anos na área de Saúde & Segurança Ocupacional com atuação em grande Projeto de Expansão Ferroviária e participou de 03 grandes paradas de manutenção no Porto do PECÉM (VLI).

Patrocínio Diamante
Patrocínio Ouro
Patrocínio Prata
Patrocínio Individual
Parceiros
Apoio Institucional
Empresas Parceiras
Apoio de Mídia
Realização Logo AEAMESP
Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Metrô

Rua do Paraíso, 67 - 2 andar - São Paulo - SP - CEP 04103-000

(11) 3287-4565 - (11) 3284-0041 - www.aeamesp.org.br

eventos@aeamesp.org.br

Comercialização Logo Via Brasil Comunicação
Via Brasil Comunicação
Sobre os cookies em nosso site

Nós usamos cookies para compreender o que o visitante do evento precisa e melhorar sua experiência como usuário. Ao clicar em “Aceitar” você estará de acordo com o uso desses cookies. Saiba mais!