Análise Preditiva de Falhas por Meio do Monitoramento de Alarmes do Sistema de Portas de Plataforma

O servidor PSD, instalado na sala técnica, é o responsável pela supervisão e monitoramento dos sinais de alarmes e estados. Além disso, fornece informações para o Centro de Controle (CCO) e para o Sistema de Controle Local (SCL), instalado no CCO. O monitoramento do PSD é realizado pelos operadores do Centro de Controle e Estações, por meio das mesas dos consoles operacionais instalados nos supervisórios do sistema de tráfego e SSO?s das estações
Os sistemas supervisórios, também conhecidos como SCADA (Sistemas de Supervisão e Aquisição de Dados), geralmente são projetados para que as interfaces gráficas exibam, de forma compilada e com clareza, os status operacionais. Porém, as informações relativas ao monitoramento dos alarmes e log's (registros dos alarmes que ficaram gravados para consulta), que são extremamente significativas para a equipe de manutenção, são exibidas na forma de texto e não estão compiladas de forma intuitiva, dificultando uma análise ágil e precisa para a identificação das falhas. Isso se deve ao fato de que normalmente os sistemas supervisórios são elaborados por engenheiros com especialidade em eletrônica e automação, mas com pouco conhecimento em design, usabilidade e experiência do usuário. 
Uma dificuldade das equipes de manutenção é examinar os dados e compilá-los para então elaborar uma análise qualitativa e quantitativa dos log's. Neste projeto foi elaborado um sistema de monitoramento baseado na experiência do usuário. A partir de uma base centralizada na Estação Faria Lima é possível analisar rapidamente o comportamento dos principais alarmes das portas de plataforma em todas as estações e acionar as equipes locais, informando quais são os alarmes com alertas. Também é possível informar o período e a recorrência desses alertas em dias, semanas, meses e anos. 
A precisão e eficiência do sistema também permite ao operador identificar uma possível falha nas portas de plataforma de forma antecipada. Por meio do programa de monitoramento pode-se avaliar rapidamente a recorrência de alarmes como: sobrecarga no motor, excesso de tempo durante a abertura ou fechamento, erros de detecção na posição das portas após a sua movimentação e travamento, ocorrência de detecção de obstáculos durante o ciclo, entre outros alarmes 
Para implementação do projeto foram analisadas, inicialmente, as ordens de serviços de manutenções corretivas e verificados quais são os principais modos de falha. Após o estudo foram avaliadas as fontes de pesquisa que os técnicos utilizavam para apoiar na resolução de um problema, tais como log's do servidor de portas de plataforma e log?s do servidor de sinalização. Depois desse diagnóstico ficou constatado a pouca utilização das ferramentas de log's existentes, devido às dificuldades em analisar os dados de maneira rápida e precisa - muitas vezes havia a necessidade de realizar o tratamento dos dados em um ambiente externo, utilizando outras ferramentas fora dos supervisórios.
Posteriormente foi realizada a implantação de uma ferramenta para facilitar a visualização dos dados para o uso na manutenção e durante a elaboração do projeto; e as informações foram estruturadas para possibilitar a busca e a interpretação de maneira ágil
Além disso, os responsáveis pelo projeto buscaram disponibilizar esses dados diretamente na base de manutenção, economizando tempo de deslocamento. Foram criadas telas de análise por níveis de estação, plataforma, portas e possíveis alarmes por meio de gráficos de fácil visualização e interpretação para as equipes de manutenção. Nos filtros foram inseridos campos de delimitação do período desejado em minutos, dias, meses e anos
Conforme descrito, o aprimoramento da interface gráfica da ferramenta de monitoramento dos alarmes do sistema de portas de plataforma proporciona uma atuação mais ágil e consistente da área de manutenção e possibilita uma preparação mais completa para o início da atuação. 
A ferramenta de monitoramento de alarmes do sistema de portas de plataforma também foi utilizada para a criação de um processo de manutenção preditiva no sistema, aliada às técnicas de Manutenção Centrada na Confiabilidade. Há também a possibilidade de utilização dos dados compilados do monitoramento para estudos de engenharia, cruzando as informações de frequência das falhas com a ocorrência dos alarmes.

Palestrante

Rafael Custódio de Sá

Analista de Engenharia

Analista de Engenharia a 10 anos no setor Metroferroviário, com experiência em implantação e manutenção de sistemas auxiliares eletromecânicos fixos e conhecimentos nas áreas de energia, automação e controle.

Patrocínio Diamante
Patrocínio Ouro
Patrocínio Prata
Patrocínio Individual
Parceiros
Apoio Institucional
Empresas Parceiras
Apoio de Mídia
Realização Logo AEAMESP
Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Metrô

Rua do Paraíso, 67 - 2 andar - São Paulo - SP - CEP 04103-000

(11) 3287-4565 - (11) 3284-0041 - www.aeamesp.org.br

eventos@aeamesp.org.br

Comercialização Logo Via Brasil Comunicação
Via Brasil Comunicação
Sobre os cookies em nosso site

Nós usamos cookies para compreender o que o visitante do evento precisa e melhorar sua experiência como usuário. Ao clicar em “Aceitar” você estará de acordo com o uso desses cookies. Saiba mais!